segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Talvez eu não goste de ti...
Talvez eu esteja apenas apaixonado pela ideia que tenho de ti...
Todas as ideias correm o risco de estarem erradas...
Mas eu não me importo de submergir nos meus erros...
Talvez eu até queira que essa ideia esteja errada...
Talvez eu até tenha argumentos que provem o quão errada ela é...
Mas não me interessa...
Talvez sejas uma mera imagem esculpida em palavras que as minha mãos invisíveis criaram...
Talvez eu esteja apenas apaixonado por uma ilusão, por um sonho, por uma invenção...
Talvez eu esteja apaixonado por mim e por tudo o que imagino e crio sem forma palpável...
É uma incerteza...
É uma dúvida...
Um doce fogo que não me queima nem deixa marcas de dor, mas que ilumina a negritude do meu olhar...
Certeza só existe uma: a de que, eu estando errado, não quero que mo digas...
Deixa que os meus sonhos durem até uma eternidade que não é controlada pelos ponteiros do relógio...
Se for mentira, continua a mentir...
Mas deixa-me pintar isto como uma verdade...
Deixa-me gostar de mim, um momento que seja, e do que sou capaz de criar...

2 comentários:

Sofia disse...

Que lindo, Nuninho! Fiquei com lágrimas nos olhos. Tu és grande! Um pouco doido, mas mt fofinho.

Sayiuki disse...

Muito bom este!!! desta vez sou eu quem te dá os parabéns.