quarta-feira, 11 de julho de 2012

Nem sei porque isto ainda me surpreende...

Após a decisão da rtp de não transmitir a corrida de touros com o seu próprio nome, novas epopeias mediáticas tem sido despoletadas. De um lado os que defendem as touradas, do outro, as associações de defesa dos animais.
Devo realçar o fantástico argumento do "Movimento em defesa da tauromaquia" que, após a decisão do governo de manter a transmissão televisiva das touradas com o condicionante de ter aquela rodinha vermelha no canto do ecran, "o mesmo devia de ser feito em todos os desenhos animados". Considerando esta situação "um atropelo à liberdade dos cidadãos privá-los da transmissão televisiva de uma forma de arte(?) secular... "
Portanto, a crueldade foi elevada a forma de arte... Só falta seguirem o exemplo do fado e exigiram que a tourada seja património cultural da humanidade. E os circos já agora...
Na altura dos nossos colonos romanos, a luta entre gladiadores também era considerada como arte, mas depois foi proibida, por ser demasiado violenta há muitos séculos...
Estou farto de ver barbáries na tv. Mas sempre feitas por pessoas... Portanto elevem a cobardia a forma de arte. Torturar um animal para entretenimento e reclamar esse direito indica que realmente a humanidade evoluiu imenso...

1 comentário:

Raphy's Patty disse...

Concordo, não gosto nada de touradas, é algo que não me atrai, mas não me pareça que aquilo seja uma forma de arte e, fico feliz por ver que agora já não são transmitidas tantas como eram há uns anos atrás. Agora compararem tourada com desenhos animados, tem tudo a ver.