segunda-feira, 14 de dezembro de 2009


Está um frio glaciar capaz de congelar almas e mentes.
Este desertico ártico se propaga até mim.
Eu possuo um fogo intenso em mim capaz de derreter todo o gelo que ainda sobrevive nos polos terrestres.
Uma labareda mulicolor gigantesca que expele o que vaidentro de mim e que se revolta bem nas minhas entranhas.
Ejaculações verbais.
Secreções espamódicas de conhecimento outrora tormentos.

Quero sodomizar o desconhecido.
Espalhar a minha semente pelos 4 ventos e ver nascer novos sonhadores algures no universo.
Profetizações do que apenas permanece no pensamento e que nunca ganha vida através de sons proferidos dos meus lábios.
Com a minha chama apocaliptica desejo derreter o gelo que envolve as pessoas.
Deixá-las menos frias e capazes de aceitar almas errantes como a minha.
Quero consumir toda a gente no doce sofrimento de serem imoladas por mim.

2 comentários:

Sofia disse...

Não fosses tu o Blizard Beast! LOLOL. Este texto fez-me lembrar o video de Immortal que tens aqui algures. Homens em tronco nu no meio do gelo. BRRRRR!

DarkViolet disse...

Há um páis óptimo para constrastes de temperatura: Chile. Tudo caminho insano, mas com trovões de ventos a cavalgar com o destino