terça-feira, 22 de junho de 2010

Eu consigo sentir-te a fechar os olhos.
Ao tempo que eles se fecham, um sorriso desenha-se nos teus lábios.
Gostavas de te metamorfosear nos sonhos que são os responsáveis por tão etéreo acontecimento.
Perder a forma e ser apenas as imagens em que te perdes e talvez te encontres.
As palavras chamam o teu nome na chuva de recordações.
Será que consegues ouvir o seu chamamento?

1 comentário:

Sofia disse...

Dormir a sorrir. Deve ser lindo!