domingo, 11 de outubro de 2009

Prémio Nobel da estupidez.


Não é hábito pronunciar-me sobre o mundo que gira à minha volta. Não sinto que faça parte dele verdadeiramente. Mas tenho que comentar o novo galardoado como Nobel da paz.
Barack Obama. Presidente dos Estados Unidos.
Acho, muito honestamente, que só foi contemplado com tal galardão não por ser quem é mas sim por quem não é. Neste caso o seu antecessor da superpotencia chamada Estados Unidos.
As medidas que Obama decretou seriam decretadas por qualquer pessoa que tenha dois dedos de testa. George W Bush foi o Hitler do sec XXI em termos bélicos até ao momento.
Qualquer sem abrigo ou atrasado mental que ocupasse o lugar de Bush que não partilhasse das suas idíoticas ideias venceria o prémio.
Portanto, mais uma machadada na muito dúbia reputação e respeito que a Fundação Nobel tem.
Quem mereceria vencer o prémio? Eu por exemplo. Que lutei imenso para encontrar um armistício numa guerra muitas vezes superior a todas as guerras mundiais. A guerra contra mim próprio. E diplomáticamente resolvo todos os conflitos que os outros insitem em causar ao meu redor.

2 comentários:

Carina disse...

Tu és a paz personificada.

Mª Teresa Antunes disse...

Prémio Nobel da Punheta 2009 ---> Nuno Nunes!