quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Fiquemos aqui mais um pouco...
Abraçados pela neblina matinal absorvendo as gélidas vagas de pensamentos impuros que penetram os poros.

Fiquemos aqui mais um pouco...
Observando o mundo adormecido e embalado pelos nossos sonhos.

Fiquemos aqui mais um pouco...
Respirando a pacifíca revolução das ondas do mar. Por mais esquecidas que sejam elas têm razão de viver.

Fiquemos aqui mais um pouco...
À espera que tudo faça sentido.

Fiquemos aqui mais um pouco...
Quanto tempo? O tempo perdeu o seu valor

Fiquemos aqui mais um pouco...
Até sentirmos que devemos ir para lado algum.

Fiquemos aqui mais um pouco...
Até o vento nos embalar no mais doce sonho com as suas melodia.

Aí sim podemos partir...

1 comentário:

Marina Almeida disse...

ai adorei pah! grande post! the best, senti mesmo toda a sua energia....