quinta-feira, 15 de abril de 2010

A Morte é suficientemente boa para ti, Pete?


Mais um imortal deixou o seu corpo. Pete Steele, vocalista e baixista dos Type O Negative. A sua voz e musica foi grande companheira durante uma certa fase da minha vida. Apesar de todas as mudanças de gostos musicais de que fui vítima ao longo dos tempos, o respeito sempre se manteve por este monstro da música. Era uma das bandas que sempre tive o desejo de ver ao vivo. Jamais me perdoarei por ter falhado o concerto destes em Lisboa em 2007!
Desde os tempos de Carnivore, banda que aliava o bom Thrash Metal americano à violência do hardcore, Pete sempre se destacou pela sua voz rouca e enigmática. Com a formação de Type O Negative, foi um pouco desacreditado dentre da comunidade mais preconceituosa que existe: os metaleiros. A fusão de metal com uns toques (grandes) de gótico fez com que muita gente virasse as costas a Pete que continuou imperturbável o seu percurso acendente.
Deixa agora a vida humana o homem que sempre teve o cabelo mais bonito de sempre.Quanto te invejo cabrão!!!! Ao mesmo tempo, Pete deu esperança à gigantesca massa de metaleiros homens serem desejado por mulheres "normais". Posou para a famosa revista americana Playgirl em 1995. Dos seus atributos não falarei porque não a mim dizem respeito. LOLOLOL
Neste dia em que sei da tua viagem extracorporal, passarei a noite a ouvir a tua música acompanhada de um bom Jack Daniels, o teu favorito.
Até sempre gótico bêbedo e depressivo! Obrigado por tudo o que deixaste neste planeta! Espero que tenhas conseguido o que pretendias nesta música:

1 comentário:

Dia da Poesia disse...

e ai vai mais um... pelo menos o Pete deixou para lembrar.

tchin tchin a ele...