quinta-feira, 15 de abril de 2010

Proliferam as manipulações dos seres eviscerados de ilusões.
Já não são os sonhos que comandam a vida, agora o líder é a represália temida.
Reúnem-se os rebanhos para a rotineira tosquia de pensamentos. nem um único fio de discórdia pode ficar visível.
Tão microscópica é a vontade de lutar que não pode ser divisível.
"Recusa e resiste"- lema que estava inscrito nas memórias de grandes pensadores, foi apagado com apenas um estalar de dedos.
Os pastores com roupas extravagantes e rostos angelicais, conduzem o rebanho ao extermínio. Algumas ovelhas tresmalhadas que não perderam o sentido de orientação são isoladas e exibidas como troféus não meramente simbólicas. São castradas de tudo, menos dos seus valores. Esses poderão ser sempre inseminados para criação de monstros pensadores desconhecedores do que são clamores.
Não existem jazigos dourados para conter os restos imortais destes. Apenas uma vala incomum.
Não a mesma que espera o resto do rebanho. Para esses a vala destinada chama-se esquecimento.