sexta-feira, 25 de setembro de 2009

"Multinational corporations, genocide of the starving nations"
Faixa de abertura do mitíco album Scum de Napalm Death.

"Nunca digas desta água não beberei." ou "O feitiço vira-se contra o feitiçeiro."
Sempre fui contra a proliferação de multinacionais e sempre a favor das pequenas empresas. Sempre trabalhei em pequenas empresas em que a componente humana era fortissima. Conhecia todos os problemas e acabei sempre por fazer parte da mobília.
Como em tudo, sempre gostei de triunfar nas dificuldades a nivel profissional.
Trabalhei nessas empresas e sentia-as como se fossem minhas. Dei sempre o máximo de mim mesmo não sendo recompensado.
Agora, o unico sitio onde consegui encontrar trabalho foi numa das maiores multinacionais do mundo. E digo que I´n not loving it...

3 comentários:

Mª Teresa Antunes disse...

Take it easy. The future is comming...

Carina disse...

Que desperdício! Tanto talento ao serviço de qualquer coisa. Um dia serás escritor consagrado. Escreves demasiado bem para ficares no anonimato de um blog e de um pseudónimo horroroso que não tem nada a ver contigo.

Mephisto disse...

Acabou-se a vida de boémio e de punheteiro. Agora usas as mão para outras coisa. LOLOLOLOL.