segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Ai destino... ai destino...

Constantes destinos
Desenhados na tez
E no coração esculpidos
Aguardam a sua vez

Destinos desprotegidos
nas mãos de estranhos
Almas de foragidos
Com ferimentos tamanhos

Um desses destinos é o meu
Ferido e foragido
Na busca do meu eu
Outrora por alguém cuspido

Deixo-o andar à rebelia
Já não o consigo moldar
Como quis fazer um dia
Um dia a ti ele irá encontrar

3 comentários:

Sofia disse...

Olá rapazinho!!! Sabias lá o que o teu destino tinha reservado para ti hoje. Gostaste da minha surpresa? Não te via tão contente prai desde a ultima vez que o Benfica foi campeão. Gosto muito de ti besta quadrada! LOL

Blizard Beast disse...

Nem sabes quanto gostei da tua surpresa sua marota! Nunca na vida imaginei que alguém viesse de Paris só para me ver. Foda-se até chorei quando te vi...

Mª Teresa Antunes disse...

Sabias que o Tony Carreira tem um titulo "ai destino, ai destino?!"

LOL! isso é plágio. Ou foi ele que te plagiou a ti?