domingo, 16 de agosto de 2009


Vou colocar as minhas ideias perante um pelotão de fuzilamento. Não foram condenadas à morte, eu é que quero saber se são indestrutiveis e imortais. Não que duvide delas, apenas quero que sejam fortes... A data da possível execução está marcada para a próxima sexta dia 22 de Agosto.

Os preparativos já decorrem com morbida felicidade por entre quem condenou as minhas ideias.

Esquecem-se que esta condenação foi voluntária, sou eu que desejo confrontar as balas que virão em espirais com a intenção de esvairem-me em sangue. Vou recebe-las de peito aberto...

1 comentário:

Mª Teresa Antunes disse...

raisparta a 2ª guerra mundial!