segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Não é inspiração
Aquilo que me jorra
O que escrevo com a mão
É o sair de uma masmorra

Inocentes ou culpados?
Permanecem nela retidos
São apenas pensamentos
Por vezes tão mal-amados

Repudiados pelo criador
encarcerados na imaginação
Ganham asas de condor
Voam em forma de deserção

Puta que pariu o amor
responsável pela depressão
Rima sempre com dor
E os colocou na prisão.

6 comentários:

Mª Teresa Antunes disse...

"Puta que pariu o amor!"

A melhor expressão do mundo!

Mª Teresa Antunes disse...

Não a melhor expressão do mundo é: O amor é fodido!

Mª Teresa Antunes disse...

Quer dizer agora estou na dúvida.

Mª Teresa Antunes disse...

De uma coisa tenho a certeza. A espressão com mais sentimento, e se for verdadeiramente usada é a expressão "amo-te!"

há que usar com cuidado só para aquelas pessoas que merecem realmente. Como os nossos melhores amigos. :)

Marina Almeida disse...

Os teus poemas faz-me lembrar o amor mediaval!dos principes e das princesas...lol

Marina Almeida disse...

olha lembrei-me:
Sabes como se manifesta o amor de 2gays?
basta um se peidar,
lobe is in the air nanananana....