quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Esquizofrenia

Odeio este ódio que sinto por sentir que sinto demais...
Amo a maneira como amo este amor que me ama...
Vivo a vida como se vivesse para te ver viver...
Perco-me no perdido que se se perdeu ao não encontrar-se...
Anseio pelo ansiado pelos anseadores...
Dor que não doi por entre o ardor...
Palavras apalavradas agravadas...
Pondero onde outros ponderaram sobre o que ponderar...
Escrevo sobre escritos anteriormente escritos por escritores...


Parece não fazer sentido mas tem todo o sentido...

2 comentários:

Marina Almeida disse...

A eterna rivalidade entre o sentimentalismo e o racionalismo.....

Mª Teresa Antunes disse...

Eu sofro de esquezofrenia, com muito gosto e sou feliz assim!