segunda-feira, 6 de julho de 2009

Cozinha para os depressivos


Aqueles murmúrios sombrios ecoando bem dentro de ti. Sabem a personalidades empaladas que gritam por ajuda. São exclamações de tudo combinado com aquele toque especial do nada.


Modo de preparação:

Corte os murmúrios sombrios em fatias bem fininhas, quando ouvir os sussurros de dor em altos décibeis é sinal que as fatias estão no tamanho exacto.

Para o tempero basta que sejam apimentados com apenas uns granzinhos de desespero, essa tão doce especiaria. Bem cozinhados em sofrimento brando e mexidos constantemente com a mágoa. Depois de cozinhados o melhor acompanhento são os gemidos de extase servidos a ferver. Podem ainda ser combinados com os melhores beijos apaixonados que tiver. Atenção que existem muitos beijos, mas neste caso só se devem usar os que são mesmo apaixonados senão corre-se o risco de estragar o doce paladar do prato confeccionado.

Para sobremesa sugiro uns abraços sentidos ou então umas lágrimas de profunda alegria. Como digestivo para este prato de murmúrios sombrios não há nada melhor de que um cálice de 305 Forte ou se preferirem um cálice de Cianeto.

1 comentário:

Mª Teresa Antunes disse...

Carambas! Porque é que os teus posts me fazem lembrar tango! Este também me faz lembrar outro tango...

Cozinhas bem?