quarta-feira, 8 de julho de 2009

Parto rumo ao desconhecido munido apenas com um sorriso.
Nada desejo talvez do que irei encontrar.
Não sei o que procurar nem o que a mim procura,
mas parto rumo a esse destino algures aparecido.
Quando lá chegar o meu sorriso irá encontrar irmãos que para sempre julgava perdidos.
Será um reencontro emotivo e uma imagem a preservar, ver sorrisos a chorar.
As suas lágrimas de alegria formarão um pequeno lago onde afogarei as minhas incertezas.
E nesse lugar desconhecido rodeado de sorrisos irei talvez encontrar o que pensava perdido.

1 comentário:

Mª Teresa Antunes disse...

Gosto de te ver assim, com forças para lutar :)