sábado, 4 de julho de 2009

Quero passear de mão dada contigo nesta noite pacífica.
Absorver o nascer do sol enquanto observo o teu belo rosto gelado.
Sorrir apenas porque estou contigo.
Sentir-me vivo com o teu toque.
Expulsar o receio de que me irás magoar.
Apenas quero sentir a tua presença e preencher o silêncio com palavras mudas.
Apenas olhar para os teus olhos e, mesmo sabendo que és uma miragem, dizer que és tudo para mim.
Sei que quando abrir os olhos não estarás ao meu lado, por isso eles permanecerão fechados até ouvir a tua voz angélica acordar-me e sentir o calor do teu beijo no meu corpo.
Enquanto não chegares não os abrirei.
Eles existem só para te ver...

1 comentário:

Mª Teresa Antunes disse...

E as tuas mãos exitem para escrever coisas tão simples e tão belas como esta!